Top Postagens
recent

Aceitação (Meditação)


Aceitação.

Por experiência sei que aceitar algumas coisas, o que vem do outro ou ideias é bastante difícil. Tem situações que nos machucam tanto e ficam tão vivas na nossa mente que é mais natural nos apegarmos a sentimentos como desgosto, tristeza, raiva, entre tantos. Mas estas sensações só nos machucam mais.

Aceitação começa com perdão. Ou melhor, perdão de si mesmo.

Quando admitimos que nós e os outros podemos errar, e também superar esses erros, é como se déssemos o primeiro passo na direção da desilusão. O que tira a gente do eixo é a ilusão que criamos, as expectativas que cultivamos. E a vida é imprevisível.

Aceitar é meditação diária.

Olhar para si é o canal mais útil para que se aceite os outros e suas situações, e também as nossas imperfeições. E por não ser tão fácil assim se conectar com o essencial, e sem julgamentos, este é um exercício diário e contínuo. E em seu início um tanto penoso, pois para liberar o sofrimento do apego é necessário se apegar a seu próprio tempo, e dói saber que somos tão limitados. Mas é importante não se iludir.

Tem dias que irá sofrer e não vai aceitar nada, nem mesmo conselhos, mesmo com toda boa vontade do mundo.

Saber que temos nossos limites e que somos humanos e que as emoções podem tomar conta de nós é básico para nosso autooencontro. Perceber que haverá dia que será impossível continuar aceitando a vida, o passado, o presente, o outro e a si mesmo, é o único jeito de não pirar a cabeça nos momentos de desespero.

Só aceite.

Engraçado como saber que não se aceita num momento também é aceitação.

Enfim, aceitando ou não, a vida transborda imprevisibilidade e frustrações. Lidar com isto é trabalho árduo e muito pessoal. Não existe fórmula (bem que eu queria). Muitas vezes o peito vai queimar, o estômago vai sentir e o coração irá chorar.

Eu sei que dói. Em mim dói muito. Só aceite. Eu aceito.

Alexandre FOn

Tecnologia do Blogger.